Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Até sempre, gigante...

14.03.16publicado por Gato Pardo

1037216.jpg

Existem pessoas neste mundo que cruzam o nosso caminho de formas estranhas.

O meu caminho cruzou-se com o de Nicolau Breyner através do meu avô. Raros eram os fins de semana em que o meu avô não fazia questão de colocar um vinil no gira discos intitulado "Kiss me la bouche". Rock cómico, chamava-lhe ele.

Resumir o homem que foi Nicolau Breyner a um disco de 1981 é extremamente redutor. Mas foi aí que retive o nome que me esqueceria jamais.

Nicolau Breyner pertence a uma estirpe geracional de actores muito selectiva onde se faz acompanhar de Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho. Monstros culturais de valor inestimável que Portugal não está de todo preparado para perder. Não existem por ora, substitutos à altura.

A Nicolau, todos devemos o facto de existir ficção televisiva em Portugal. Isso e existir uma nova geração de actores. Não haverá um que possa dizer que não se sentiu de alguma forma inspirado por este senhor.

O Alentejo perdeu um dos seus filhos mais amados. O país, um dos seus ícones. O mundo, um diamante que nunca chegou a conhecer devidamente.

2 comentários

Comentar este post